Transplante de Pâncreas

Acompanhe o TP

Diabetes Tipo I

Complicações do Diabetes - Abordagem Geral

Data de Publicação: 28/05/2012

Fonte: Mayo Clinic   
Autor: Mayo Clinic

O diabetes tipo 1 pode afetar muitos órgãos importantes em seu corpo, incluindo seu coração, vasos sanguíneos, nervos, olhos e rins. Manter o nível de açúcar no sangue próximo do normal o maior tempo possivel pode reduzir dramaticamente o risco de muitas complicações.
Complicações do diabetes tipo 1 desenvolvem-se gradualmente, ao longo dos anos. Quanto mais cedo você desenvolve diabetes - e menos controlado o seu açúcar no sangue -  maior o risco de complicações. Com o tempo, as complicações do diabetes podem ser incapacitantes ou mesmo fatais.

  • Coração e vasos sanguíneos. O diabetes aumenta drasticamente o risco de vários problemas cardiovasculares, incluindo a doença arterial coronariana com dor no peito (angina), ataque cardíaco, derrame, estreitamento das artérias (aterosclerose) e pressão arterial elevada. Na verdade, cerca de 70 por cento das pessoas que têm o diabetes tipo 1 ou tipo 2 morrem de algum tipo de doença cardíaca ou dos vasos sanguíneos, de acordo com a American Heart Association.

  • A lesão do nervo (neuropatia). O excesso de açúcar no sangue pode danificar as paredes dos pequenos vasos sanguíneos (capilares) que nutrem seus nervos, principalmente nas pernas. Isto pode causar formigamento, dormência, queimação ou dor, que geralmente começa nas pontas dos dedos dos pés ou dedos e gradualmente se espalha para cima. O açúcar no sangue mal controlado pode causar, eventualmente, perda da sensibilidade dos membros afetados. Danos aos nervos que afetam o trato gastrointestinal podem causar problemas como náuseas, vômitos, diarreia ou constipação. Para os homens, a disfunção erétil pode ser um problema.

  • Danos nos rins (nefropatia). Os rins contêm milhões de pequenos grupos de vasos sanguíneos que filtram os resíduos do sangue. O diabetes pode danificar o delicado sistema de filtragem. Uma lesão grave que pode levar à insuficiência renal ou doença renal irreversível em fase terminal, com necessidade de diálise ou transplante renal ou duplo pâncreas/rim.

  • Danos aos olhos (retinopatia). O diabetes pode danificar os vasos sanguíneos da retina (retinopatia diabética), podendo levar à cegueira. O diabetes também aumenta o risco de outros problemas de visão graves, como catarata e glaucoma.

  • Danos aos pés. Danos nos nervos dos pés ou fluxo deficiente de sangue para os pés aumenta o risco de complicações diversas do pé. Se não forem tratados, cortes e bolhas podem se tornar infecções graves. Lesões graves podem levar a amputação de dedos do pé, do pé ou até mesmo amputação da perna.

  • Enfermidades da pele e boca. O diabetes pode deixar você mais suscetível a problemas de pele, incluindo infecções bacterianas e fúngicas. Infecções na gengiva também podem ser uma preocupação, especialmente se você tiver uma história de higiene dental pobre.

  • Osteoporose. O diabetes pode levar a menor densidade mineral óssea normal, aumentando o risco de osteoporose.

  • Complicações na gravidez. Níveis elevados de açúcar no sangue podem ser perigosos para a mãe e o bebê. O risco de defeitos, aborto involuntário, morte fetal e parto prematuro aumenta quando o diabetes não está bem controlado. Para a mãe, o diabetes aumenta o risco de cetoacidose diabética, problemas oculares (retinopatia diabética), induzidos pela gravidez, por pressão alta e pré-eclâmpsia.

  • Problemas de audição. Deficiências auditivas ocorrem mais frequentemente em pessoas com diabetes.

 

Estudos mostram que um controle rigoroso dos níveis de glicose no sangue pode evitar ou retardar o aparecimento de problemas de visão, rins, sistema nervoso e coração no diabetes tipo 1. Porém, problemas podem ocorrer mesmo em pessoas com um bom controle do diabetes.

 

 

Tradução: Equipe Transplante de Pâncreas

 

 

 

Veja mais

Diabetes Tipo I

im Principais Sintomas do Diabetes
im Fatores de Risco para o Diabetes
im Nefropatia Diabética: Manifestação, Prevenção e Tratamento
im Complicações do Diabetes: Saiba mais sobre Neuropatia Diabética
im Retinopatia Diabética: Causas, Prevenção e Tratamento