Transplante de Pâncreas

Acompanhe o TP

Notícias

Como evitar problemas circulatórios nas pernas?

Data de Publicação: 04/08/2014

Fonte: Diabetes   

A má circulação sangüínea nos membros inferiores pode causar sérios problemas. Um dos mais conhecidos é a Trombose Venosa Profunda (TVP), da qual muitos já ouviram falar como sendo provocada, por exemplo, por longas viagens aéreas em classe econômica, quando o pouco espaço para movimentar as pernas prejudica a circulação do sangue. Mas a TVP pode surgir, também, pela inatividade em qualquer circunstância, como ficar sentado durante horas seguidas na frente de um computador. Saiba o que é e como evitar a TVP com as dicas da endocrinologista Sônia Fusaro, do Centro de Diabetes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Sônia Fusaro – “As veias dos membros inferiores levam o sangue trazido pelas artérias de volta ao coração. Quando a pessoa anda, os movimentos do pé ‘empurram” o sangue nas veias de volta para seu trajeto. A TVP acontece quando se fica muito tempo sem movimento, a veia não tem força suficiente para esse trabalho e, assim, o sangue fica parado, coagula e pode provocar entupimento. A conseqüência imediata é dor forte, geralmente na barriga da perna, e endurecimento do local onde o problema está acontecendo. Esse quadro tem de ser tratado com medicamentos, em hospital, e se não for enfrentado pode levar à necessidade de amputação e até a óbito.

O diabético não controlado e até mesmo o paciente diabético já submetido ao transplante está mais sujeito a problemas circulatórios e, portanto, também à TVP. Para evitar essa possibilidade, ele precisa controlar a glicemia - no caso de ainda ser diabético - e outros fatores que influem na ocorrência de problemas circulatórios, como a obesidade, o colesterol e os triglicérides.

Para diminuir o risco de ocorrência de TVP, há algumas medidas fáceis de serem adotadas. A principal é não ficar horas seguidas sentado. No trabalho, a cada hora pelo menos deve-se levantar e dar uma rápida caminhada. Sempre que possível, manter-se com os pés para cima. Durante um vôo, procurar também caminhar pelo avião em pequenos intervalos. Quando estiver sentado, mexer os pés, apoiando-os na ponta e depois no calcanhar. Outro movimento é fazer pequenas circunferências com os pés, em lados alternados.”

Fonte: Diabetes

Veja mais

Notícias

im Transplante de pâncreas cura diabetes tipo 1
im Dez anos curado da diabetes tipo 1
im Transplante de pâncreas acaba com 41 anos de diabetes
im Diabetes, nefropatia diabética e microalbuminúria
im Novo procedimento oferece esperança de melhora de gastroparesia em pacientes com diabetes