Transplante de Pâncreas

Acompanhe o TP

Notícias

HEPATO FECHA 2018 COMO O CENTRO MAIS ATIVO DO MUNDO EM TRANSPLANTES DE PÂNCREAS

Data de Publicação: 20/02/2019

Fonte: Grupo Hepato   
Autor: Dr. Marcelo Perosa

HEPATO FECHA 2018 COMO O CENTRO MAIS ATIVO DO MUNDO EM TRANSPLANTES DE PÂNCREAS

Nosso Programa de Transplantes Pancreáticos(TP) já existe há mais de 20 anos e sempre foi motivo de muito orgulho para nós profissionais do transplante.

Acumulamos cerca de 850 TP ao longo destes anos, configurando a maior experiência latino-americana nesta modalidade de transplante. Todavia, na última década, assistimos a certo declínio na transplantação pancreática no mundo, seja nos Estados Unidos, Europa e também no Brasil. Objeto de contínuas discussões nos Congressos Internacionais de Transplante, o declínio dos TP podem ser atribuídos aos melhores métodos de manejo do Diabetes, ao pouco encaminhamento de Nefrologistas e Endocrinologistas para o TP mesmo de pacientes com clara indicação ao procedimento, à piora da qualidade de doadores de órgãos, mas também a certa perda da auto-confiança entre as equipes cirúrgicas de TP. O TP exige dedicação de corpo e alma e habitualmente traz mais complicações do que os transplantes de outros órgãos, o que por muitas vezes frustra a equipe, que se desencoraja, desacelera ou até interrompe um programa de TP.

Para se ter uma idéia deste declínio , os indicadores internacionais mudaram para aceitar a definição de um Centro de Grande Volume de TP. Antes , faziam parte desta elite de transplante, apenas os Centros com mais de 50 TP ao ano. Após esta última década de declínio, poucos Centros vinham realizando mais do que 20 TP e o critério de Centro de Grande Volume foi alterado para aqueles com realização acima de 15 TP.

Nosso grupo sempre esteve entre os mais ativos do mundo em TP, culminando em 2004 como o Centro mais ativo do mundo com 72 procedimentos. Após este ano, nosso Programa também encolheu relativamente, mas sempre mantendo transplantação entre 25 a 30 TP ao ano (vide Gráfico).

No ano de 2018, com a incrível melhora dos resultados, minimizando as complicações e desospitalizando os transplantados bem mais rapidamente, entre 5 a 7 dias em média, nosso Programa voltou a crescer verticalmente. Fechamos o ano com 68 TP, com maior índice de sucesso, transplantes mais baratos e eficientes e, mais importante, num momento em que se vive uma crise de confiança entre os transplantadores de Pâncreas.

Nenhum Centro nos Estados Unidos ou Europa realizou mais do que 65 TP em 2018. Muito gratificante ter atingido a mesma marca de 2004 na liderança mundial dos TP, mesmo com as limitações de se atuar em um país em desenvolvimento e seus problemas habituais de infra-estrutura. Agradeço a todos que nos apoiam, trabalho das Centrais de Transplantes, Hospital Leforte onde atuamos e principalmente aos diabéticos, que acreditam em nossa causa, em nosso Programa e entregam-nos sua vida para que possamos devolvê-los a desfrutar uma vida SEM DIABETES.



Nenhuma descrição de foto disponível.

Veja mais

Notícias

im Quando pensar em transplante de pâncreas para diabéticos?
im Transplante de pâncreas cura diabetes tipo 1
im Dez anos curado da diabetes tipo 1
im Transplante de pâncreas acaba com 41 anos de diabetes
im Diabetes, nefropatia diabética e microalbuminúria